Tempo de cuidar de si

Campanha ‘Janeiro Branco’ incentiva a busca por uma boa saúde mental; uma das dicas de especialistas é fortalecer as relações interpessoais

Tamanho da fonte
+

A chegada de um novo ano muitas vezes provoca nas pessoas o desejo de refletir sobre o que foi feito e quais os próximos passos para a própria vida. É aproveitando esse aspecto da nossa cultura que foi criado o “Janeiro Branco”, campanha que busca incentivar os cuidados para se ter uma boa saúde mental.

Com a velocidade da informação, a correria do dia a dia, estamos cada vez menos usando o tempo para nós mesmos. Também acabamos com uma certa distorção da realidade devido, em especial, ao uso frequente de inúmeras redes sociais (onde, na maior parte das vezes, nos deparamos com situações de um sucesso ilusório, gerando cobranças infundadas e frustração, ou com discurso de ódio e agressividade). Com isso lidamos com nossas emoções de um modo que nem sempre é o ideal e o mais saudável.

O resultado disso é um aumento no número de casos de doenças mentais. A depressão, por exemplo, atinge cerca de 300 milhões de pessoas em todo o planeta, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). Só no Brasil são 11,5 milhões. Ansiedade, pânico e Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC) são outros males mentais muito comuns, quase sempre sem causas conhecidas.

Faça seu tempo
Em saúde, prevenir é sempre melhor do que remediar. Por isso, os especialistas orientam a cuidar da saúde mental antes que a doença se instale. É importante lembrar que quadros mentais também podem levar a sintomas físicos.

Para minimizar as chances de problemas, a primeira dica é tirar um tempo para si, para se colocar como prioridade e decidir por fazer algo que faça um bem real a você. E tempo para si não significa ficar sozinho no celular ou no computador.

Aliás, um dos pontos mais importantes para uma boa saúde mental está longe das redes virtuais: são as relações interpessoais. Fortalecer vínculos verdadeiros com as pessoas do seu convívio e cuidar das suas emoções são atitudes que fazem bem à mente e ao corpo, dizem psicólogos e médicos.

Hábitos de vida saudáveis também fazem as pessoas viverem mais e melhor, tendo influência direta na prevenção ou controle de doenças mentais. Procure comer bem, restringindo alimentos gordurosos, não tome bebidas alcoólicas em excesso, pratique exercícios físicos regularmente e evite o tabagismo.

Mais lidas